05 setembro 2010

Simplicidade – Viver um dia de cada vez


38 Indo eles de caminho, entrou Jesus num povoado. E certa mulher, chamada Marta, hospedou-o na sua casa. 39 Tinha ela uma irmã, chamada Maria, e esta quedava-se assentada aos pés do Senhor a ouvir-lhe os ensinamentos. 40 Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada em muitos serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me. 41 Respondeu-lhe o Senhor: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. 42 Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada. Luc 10:38-42 

Hoje gostaria de retornar para os versos 41 e 42 do capítulo 10 de Lucas. Vamos continuar nossa reflexão sobre aquele encontro na casa de Marta e Maria.

Já vimos que ao responder às reclamações de Marta, Jesus revelou que a sua vida agitada era resultado da sua inquietação interior. Ao entregar sua mente às muitas preocupações, ao tentar bolar um plano para que a vida acontecesse do jeito que ela queria, Marta tornou-se uma pessoa ansiosa, sem paz.

Hoje, convido você a pensar mais um pouco mais sobre essa resposta de Jesus. Quero compartilhar meu entendimento de que além de revelar o coração de Marta, Jesus também mostrou duas maneira de viver a vida: uma delas é melhor do que a outra.


(1)           Viver preocupado com muitas coisas

·       (Pré)ocupar-se com algo é tentar antecipar o futuro para controlá-lo agora;
·       O futuro é incerto. Mas você quer que as coisas sejam previsíveis, então você se ocupamos antecipadamente com o futuro tentando controlar a vida. (Tentativa de ser Deus);
·       Mas o futuro não está sob o seu controle;
·       Essa ocupação antecipada com o futuro acontece em seu mundo interior;
·       O resultado é uma vida agitada, corroída pela ansiedade

(2)           Viver ocupado com o necessário

Enquanto Marta, preocupada com a recepção, corria de um lado para o outro fazendo muitas coisas, Maria estava ocupada com uma só coisa.

·       Ocupar-se com o necessário liga você ao presente, não ao futuro. As mudanças de nossas vidas acontecem sempre no presente.
·       Ocupar-se (em vez de pré-ocupar-se) com o necessário leva você a fazer uma coisa de cada vez. É possível se pré-ocupar com muitas coisas ao mesmo tempo, mas só dá para ocupar-se com uma coisa de cada vez.
·       Para ocupar-se com o necessário é preciso saber o que realmente é necessário. Não é possível fazer tudo.

Marta estava preocupada com muitas coisas importantes, mas nem todas as coisa importantes são necessárias. Jesus disse para ela que pouco é necesário, ou mesmo uma só coisa.

Diante disso entendo que, o chamado de Jesus é para nos ocuparmos, no momento presente, com o pouco que realmente é necessário. Gostaria de chamar isso de simplicidade.

.............................................................................................................................................
Simplicidade – Pato Fu

O escritor da letra afirma que a simplicidade pode ser encontrada fora dos grandes centros urbanos, longe da complexidade da vida moderna, conectada a relacionamentos de amor, ao atendimento de nossas necessidades básicas e ao prazer que isso nos proporciona.
.............................................................................................................................................

a.   Quando Jesus falou com Marta ele disse que Maria tinha escolhido a boa parte. Ela descobriu o que realmente é necessário e ocupou-se com isso naquele momento.
b.   Maria decidiu pela simplicidade. E Jesus deixou claro que a decisão de Maria pela simplicidade era melhor.  

Como se decide pela simplicidade?

Em outras palavras, como viver do jeito de Maria, ocupado, no momento presente, com o pouco que realmente é necessário? Jesus deixou várias pista sobre como se decide pela simplicidade. Uma delas está registrada no capíto 6 de Mateus.

VIVA UM DIA DE CADA VEZ

Depois de falar sobre a importância de juntar tesouros no céu... Depois de lembrar que o coração se dedica àquilo que consideramos nosso tesouro... Depois de enfatizar que ninguém pode servir à Deus e à riqueza ao mesmo tempo... Depois de usar os pássaros e as flores como exemplo do cuidado de Deus com a nossa vida... Jesus diz o seguinte:

31  Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? 32  Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; 33  buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. 34  Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal. Mat 6:31-34

A mesma palavra que Jesus usou para descrever Marta aparece duas vezes nesse texto, agora em forma de verbo: inquieteis.

O princípio de Jesus é libertador: basta ao dia o seu próprio mal, isto é, não sofra por antecipação, não se angustie por antecipação, não lamente por antecipação, não se entristeça por antecipação.

Alguém quer compartilhar algo sobre viver por antecipação?

Cada dia já tem uma carga suficiente de dificuldades a serem encaradas, por que antecipar as dores que ainda não são, quando pode ser que elas nem venham a ser? Por que antecipara as dores que ainda não são, quando você não pode fazer nada sobre elas?

Não sei se você sabia, mas essas palavras de Jesus serviram de inspiração para os diversos programas de 12 passos (como AA, NA, etc). Lá, o princípio de Jesus foi traduzido da seguinte maneira: “Limpo só por hoje”.

MENTE INQUIETA
O entendimento do princípio anunciado por Jesus, de que não há vantagem alguma em tentar antecipar os cuidados do dia de amanhã levará paz A mente inquieta. Por que encher o dia de hoje com as ocupações do dia de amanhã? Você não poderá viver o dia de amanhã hoje! Então, apenas estará enchendo o seu dia de pré-ocupações.

Ainda que seja desafiador para quem anda agitado de lado para outro, não é muito difícil entender a lógica de deixar o dia de amanhã cuidar de si mesmo. Mas o que fazer quando o coração, inquieto, mesmo depois da gente entender essas coisas, continua ansioso diante do futuro?

CORAÇÃO INQUIETO
O coração inquieto, no entanto, só poderá encontrar paz ao se tornar um seguidor de Jesus e decidir confiar em Deus assim como ele confiou. Primeiro, que Ele sabe quais são suas necessidades; Segundo, que Ele irá suprir cada uma delas. Esse é um caminho de restauração da confiança em Deus, um caminho que nos tornará pessoas livres.

Deixem com Ele todas as suas preocupações e cuidados, pois Ele está sempre pensando em vocês e vigiando tudo o que se relaciona com vocês. 1Pe 5:7 

28  "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. 29  Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. 30  Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". Mat 11:28-30

Se você quer viver neste mundo de Marta com o coração de Maria, então você deve decidir pela simplicidade. E um passo importante nessa decisão é Viver um dia de cada vez, se ocupando nas poucas coisas que realmente são necessárias, como fez Maria.  Esvazie a sacola das pré-ocupações aos pés do Senhor. Alí você achará paz.
Postar um comentário