11 setembro 2010

Autoridades, lealdade e arados


57 Indo eles caminho fora, alguém lhe disse: Seguir-te-ei para onde quer que fores.58 Mas Jesus lhe respondeu: As raposas têm seus covis, e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça.

 59 A outro disse Jesus: Segue-me! Ele, porém, respondeu: Permite-me ir primeiro sepultar meu pai. 60 Mas Jesus insistiu: Deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos. Tu, porém, vai e prega o reino de Deus.

61 Outro lhe disse: Seguir-te-ei, Senhor; mas deixa-me primeiro despedir-me dos de casa. 62 Mas Jesus lhe replicou: Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus. Luc 9:57-62

Conexão

(a) Seguir a Jesus é rejeitar e ser rejeitado pelos poderes deste mundo. (b) Seguir a Jesus é ir após um líder que não comunga com os valores deste mundo. (c) Seguir a Jesus é abrir mão dos travesseiros oferecidos pelo poderes: religião, política e dinheiro.

(a) Seguir a Jesus é estar livre das expectativas da comunidade. (b) Seguir a Jesus é abrir mão de tradições, costumes, hábitos, ou de qualquer outra coisa que exija lealdade acima de Cristo. (c) Seguir a Jesus é abrir mão das expectativas deste mundo e agarrar-se às esperanças do Reino.

Seguir a Jesus não é apenas acreditar em Deus.
Seguir a Jesus não é apenas conhecer as Escrituras.
Seguir a Jesus não é apenas experimentar sentimentos.
Seguir a Jesus não é apenas fazer parte de um grupo.


·       É crescer a cada dia em confiança nele.
·       É deixar as expectativas do mundo pelas esperanças do Reino.
·       É colocar sua lealdade a Cristo no topo da lista.

Lealdades, distrações e arados
61 Outro lhe disse: Seguir-te-ei, Senhor; mas deixa-me primeiro despedir-me dos de casa. 62 Mas Jesus lhe replicou: Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus. Luc 9:57-62

Um pedido razoável?

Mais um voluntário faz um pedido que parece bastante razoável: Vou te seguir, mas primeiro deixe-me passar em casa para me despedir da minha família.

Se era esse o pedido daquele homem, a resposta de Jesus novamente parece rude e desconexa. Que problema havia em permitir que o homem fosse a sua casa abraçasse seu pai beijasse sua mãe e depois seguisse caminho? Sem conseguir juntar as duas coisas, a maioria das pessoas prefere ficar apenas com a resposta de Jesus.

Jesus responde aqueles àquele candidato a discípulo fazendo referência a um trabalho comum e necessário na sociedade agrícola da palestina naqueles tempos: arar a terra.

Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus. Luc 9:57-62

As interpretações mais comuns desse texto, quando ele é desconectado da situação anterior, falam de começar a seguir a Jesus e depois deixar de seguir. Olhar pra trás é compreendido como desistir.

Ligado a isso vêm outras discussões ligadas à perder a salvação já recebida, já que Jesus fala que quem olha para trás não apto par ao Reino de Deus.

É sempre assim, quando alguém toma nas mãos o texto bíblico e o lê superficialmente, sem respeitar as regras mínimas de compreensão e interpretação, sem buscar do Espírito qual é mente de Deus, o risco de perder a riqueza do sentido original do texto é muito grande. E aí, qualquer interpretação serve.

Corrigindo alguns enganos


A. Será que Jesus estava explicando sobre o como algumas pessoas acabam perdendo sua salvação? Pessoas que por não serem aptas para o Reino acabam jogando fora a salvação que ganharam?

Jesus conversava com um candidato a discípulo. Então é claro que o assunto não era perda de salvação. Não se fala sobre perder salvação com alguém que nem discípulo é. Além disso, veja o que ele falou sobre o assunto em outro momento:

27 As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. 28 Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão. 29 Aquilo que meu Pai me deu é maior do que tudo; e da mão do Pai ninguém pode arrebatar. Joã 10:27-29

B. Será então que Jesus falava daqueles que começam a segui-lo e depois de algum tempo de caminhada ficam olhando com saudade para a vida que tinha antes? Algo como os hebreus que deserto tiveram saudade das cebolas do Egito?

Essa interpretação não parece fazer sentido, porque o homem a quem Jesus falou essas palavras acabara de dizer que queria segui-lo. Ele estava energizado com o desejo de seguir Cristo. Não era um discípulo antigo sentindo saudade do pecado.

O arado

·       Vejamos algumas imagens de arados...
·       Agora um pequeno vídeo da tentativa de arar a terra...

 “O arado palestino é muito leve e guiado por uma só mão. Esta mão, geralmente é a esquerda, que precisa ao mesmo tempo conservar o arado na posição vertical, regular a sua profundidade mediante pressão, e levantá-lo por sobre as pedras e rochas que acaso esteja no caminho. O arador usa a mão direita para guiar o boi teimoso com um aguilhão com cerca de um metro com ponta de ferro. Ao mesmo tempo ele precisa ficar olhando fixamente por entre as pernas do animal para não perder o sulco de vista. Esta forma de arado requer destreza, atenção e
concentração. Se o arador olhar para os lados, um novo sulco é aberto fora da linha original”. (Jeremias, Paraboles, 195).

A resposta de Jesus

Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus. Luc 9:57-62

Você pode ouvir um Jesus de voz grave e testa franzida dizendo em tom de acusação “não é apto para o Reino de Deus”.

Mas você pode ouvir um Jesus, cheio de senso de humor que descreve uma situação trágica, sim; mas cômica também: um sujeito com uma mão no arado, outra com um aguilhão, esforçando-se para conduzir dois enormes animais e ao mesmo tempo olhando para trás ou para os lados.

“A aração era cuidadosa e minuciosa; logo que se quebrava o restolho depois da colheita abriam-se sulcos com margens largas entre eles, para facilitar a absorção da chuva. Ao arar depois das primeiras chuvas, sulco mais próximos eram abertos para propiciar a drenagem; só na terceira aração, antes da semeadura, os sulcos eram feitos consecutivamente, sem canteiros entre eles. (Apllebaum, JPFC, II, 652s.)

Todo mundo sabia que era impossível fazer um bom trabalho de preparação para o plantio, dividindo sua atenção entre a aração e qualquer outra coisa. Arar a terra precisava ser feito de forma dedicada, exclusiva mesmo. Caso contrário, todo o esforço poderia ser sem utilidade para a plantação.

A aplicação para o candidato a discípulo

O encontro de Jesus com aquele homem era como se o mestre estivesse arando um grande campo. Uma das mãos no arado, na outra o aguilhão conduzindo dois grandes animais. Os olhos fixados na direção de todo o conjunto. O Reino de Deus estava sendo inaugurado, mediante o trabalho árduo e dedicado do Messias.

Ao lado do campo alguns conjuntos de arado e bois. O home corre para um deles assume o arado na mão esquerda, na direita o aguilhão e diz:

Seguir-te-ei, Senhor

No entanto, antes que o trabalho começasse, antes que houvesse alegria no coração do Senhor, o mesmo homem se volta para trás e diz:

...mas deixa-me primeiro despedir-me dos de casa.

O Senhor então explica que o serviço de arar a terra não pode ser feito com a mente dividida. Não é possível arar a terra com o pensamento vagando em outro lugar. É preciso estar atento para o trabalho.

Se você olhar para trás, vai causar dano à terra e prejudicar o plantio. Se você olhar para trás pode perder o controle dos bois. Se você olhar para trás pode não ver as pedras e quebrar o arado. Se você olhar para trás pode prender o arado nas raízes e forçar os bois até que eles estejam esgotados.

Quem põe a mão no arado, e olha para trás não é apto para Reino de Deus. Você tem certeza que quer arar esse campo comigo?

A questão da despedida.

Porque Jesus considerou que aquele homem havia olhado para trás? Certamente não foi porque ele queria de despedir dos seus pais. Aqui a simples leitura do texto em português pode causar um pouco de confusão, mas é fácil esclarecer.

Aqui no Brasil quando estamos na companhia de alguém e queremos sair, pedimos licença. Quando estamos à mesa e queremos nos levantar, pedimos licença. A pessoa que houve nosso pedido responde com sua autorização. São gestos de educação que encontram seu correspondente na cultura oriental.

Então, diante das palavras gregas utilizadas no texto e do costumes orientais, o homem estava dizendo para Jesus que ele queria muito segui-lo, mas antes precisa submeter essa questão ao da sua casa (pai, mãe...).

Mestre, disse ele, eu quero arar esse campo contigo, mas eu quero lhe dizer que a autoridade de meu pai e minha mãe são superiores a sua palavra. Ele é que estão no topo da lista. Eu preciso consultá-los sobre isso.

Entenda uma coisa: na cultura oriental isso era algo muito natural. Ninguém se chocaria com o pedido daquele homem. Chocantes foram as palavras de Cristo. Jesus não deixou dúvidas: se você não colocar a mim no topo da lista, você não está apto para o Reino.

Se sua mente, corpo e espírito não estiverem rendidos e dedicados a me seguir, você não poderá fazer parte do Reino de Deus. Veja que não é exigido do arador que o seu trabalho seja perfeito, mas que sua dedicação seja integral.

37 “Se você tem amor a seu pai e a sua mãe mais do que tem amor a Mim, não é digno de ser Meu; e se você ama o seu filho ou a sua filha mais do que a Mim, não é digno de ser Meu”. 38 “Se você recusa apanhar sua cruz e seguir-Me, não é digno de ser meu”. 39 “Se você se agarra à sua vida, você a perderá; mas se a deprezar por Mim, você a salvará”. Mat 10:39 

Não há meio termo nessa questão e você não pode enganar-se nesse ponto. Se Cristo Jesus e o seu evangelho, isto é, o modo dele de ver a vida, não forem a prioridade zero para você, você não está apto para o Reino.

Conclusão

Quais são as coisas que desviam sua atenção do arado?

Sua carreira, sua reputação, seus filhos, seu marido, seu dinheiro, sua casa, seu orgulho, seu egoísmo, seu medo do futuro, a tradição da sua família, a religião dos seus pais,

O que é que está no topo da sua lista?

Viver com conforto, viver com saúde, ser amado pelas pessoas, se aceito pelos amigos, fama e reconhecimento, sucesso, educar seus filhos, amar sua esposa, ser abençoado por Deus.

O que faz você olhar para trás ao colocar a mão no arado?
Postar um comentário